Cobrança: como ganhar agilidade quando a extrajudicial vira judicial

Cobrança: como ganhar agilidade quando a extrajudicial vira judicial

cobrança extrajudicial e cobrança judicial

O serviço de cobrança vem se constituindo como uma das boas oportunidades de negócio para os escritórios de advocacia. Há uma demanda em crescimento, aquecida por uma clientela de empresas de diferentes ramos de atividade, como condomínios e instituições de ensino, com o objetivo de combater a inadimplência no pagamento de financiamentos e taxas e de créditos educacionais, respectivamente.  Importadoras, financeiras, lojas de automóveis e construtoras também tem contribuído para a expansão no trabalho de cobrança nos escritórios.

Como forma de se diferenciar no mercado, advogados que já atuam neste segmento procuram ir além de um simples trabalho de cobrança, seja ela extrajudicial ou judicial. São mais do que cobradores. Por isso o foco é trabalhar na recuperação de crédito para que a empresa que contratou o escritório ganhe duas vezes. Primeiro, recebendo os atrasados do cliente inadimplente. E segundo, abrindo a possibilidade deste mesmo cliente voltar a ter novamente capacidade de pagamento para continuar comprando produtos e serviços da empresa.

Fluxo contínuo de informações para simplificar processo judicial

Para tudo isso, controle e rotina tem sido parte importante da estratégia dos escritórios de advocacia que desejam ter sucesso no segmento de cobranças. Se a ideia é investir na abordagem da recuperação de crédito citada acima, o sistema, com base nas informações reunidas ao longo do processo, ajuda a trabalhar com o perfil do devedor para estabelecer também as melhores ações para efetuar a cobrança.

Mas o auxílio de um sistema integrado como o Vios Jurídico, além de agilidade e segurança na gestão das informações, também facilita a vida do escritório quando uma cobrança extrajudicial se torna judicial. Normalmente as empresas tratam a cobrança em processos fragmentados, o que dificulta o trabalho de quem fica responsável pela cobrança extrajudicial. Mas o fato de encarar as duas formas de cobrança como um fluxo contínuo de informações, usando um sistema integrado, fará com que, no futuro, a necessidade do escritório de fazer o processo judicial se torne bem mais simples.

Partindo da lógica de proporcionar previsibilidade, o que o Vios Jurídico propõe é que desde os primeiros passos o escritório de advocacia possa tratar o processo como algo que pode ser judicializado caso não se chegue a um acerto extrajudicial. Além de pensado para otimizar o trabalho de quem faz o serviço, o uso do Vios Jurídico no processo de cobrança extrajudicial também induz o time do escritório a acumular etapas, documentos e procedimentos de forma que futuramente, caso seja necessário, se tenha um “dossiê” já elaborado para a etapa seguinte.

O processo de cobrança com a ajuda do Vios Jurídico

Em depoimento ao blog do Vios Jurídico, Gabriel Kazapi, do escritório de advocacia Borchardt & Advogados Associados e da empresa de consultoria em recuperação de créditos Borchardt & Kazapi Cobranças Ltda., contou como o uso do software impactou na gestão do serviço de cobrança.

“O uso do Vios Jurídico facilita o serviço de cobrança em diversos aspectos. Com ele carregamos o histórico de cada uma das atividades desde o início do procedimento de recuperação do crédito individual até o findar do processo judicial. Ter o software nos permite saber quantas vezes o inadimplente foi contatado, quais as formas de contato e o relato de cada uma delas. Com o Vios podemos aferir percentualmente o resultado de cada cliente, bem como o comportamento deste resultado.

A automatização de rotinas foi, sem dúvida, o grande acréscimo de produtividade, contudo foi a integração do sistema com o financeiro e a gestão de processos judiciais que nos deu maior governança sobre a área de cobrança, impressionando hoje a todos os nossos clientes pela velocidade com que buscamos e prestamos informações, bem como nos possibilitando saber, inexoravelmente, quais carteiras de clientes são rentáveis, quais não são, quais detém maior apelo às práticas extrajudiciais ou judiciais, entre outros aspectos.”

Case: Quer saber mais sobre o serviço de cobrança nos escritórios de advocacia e como o Vios Jurídico ajuda nesta tarefa? Confira a entrevista com Gabriel Kazapi, do escritório de advocacia Borchardt & Advogados Associados e da empresa de consultoria em recuperação de créditos Borchardt & Kazapi Cobranças Ltda.

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *