Mês: agosto 2015

Marketing de conteúdo dentro dos limites éticos da advocacia

Usar websites, blogs e mídias sociais como ferramentas para publicidade online dos escritórios advocatícios é uma pratica cada vez mais recorrente, mas carece de atenção. O advogado pode fazer sua divulgação, a questão é como fazer isso para estar dentro das normas estabelecidas pelo Código de Ética da OAB.

Uma boa maneira é adotar o marketing de conteúdo. Essa prática consiste na produção de textos e postagens informativas para divulgar e informar sobre assuntos relevantes para a população relacionadas às questões jurídicas. Dessa forma o nome do seu escritório é alavancado e associado ao conhecimento, o que fortalece sua marca na rede.

Favorável a esta abordagem temos o Provimento 94/2000, que dispõe sobre a publicidade, a propaganda e informação da advocacia. Essas resoluções apresentam as restrições e permissões da publicidade, a favor do marketing de conteúdo temos o trecho do Art.5°:

Parágrafo único. As páginas mantidas nos meios eletrônicos de comunicação podem fornecer informações a respeito de eventos, de conferências e outras de conteúdo jurídico, úteis à orientação geral, contanto que estas últimas não envolvam casos concretos nem mencionem clientes.

Todo o trabalho de marketing de conteúdo precisa ter uma base sólida para fortalecer a reputação do escritório. Para isso, utilizar as tecnologias para torna-se à frente dos concorrentes, por isso o Sistema Vios Jurídico funcionará como o suporte que você precisa para atender e possibilitar os melhores resultados e experiência para posteriormente ser veiculada na rede.